Skip to content
Daniela Seco | Ubatuba SP | (12) 98220 3255

A torta dos mascarados | Vida Simples e Incrível | Família | Ubatuba SP

Oi gente, no post anterior eu comentei sobre a torta que preparei com os meus filhos, lembram? Depois eu publiquei uma foto no Instagram dos dois com suas máscaras…(eles se divertem hahaha)…e agora eu vou contar sobre a nossa experiência!

Eu sempre tive vontade que eles participassem da cozinha junto comigo, mas nunca tinha realmente incentivado isso, até pq enquanto eu estou cozinhando, meu marido fica com eles, aproveita pra dar banho, brincar e fazer outras coisas, mas desde a semana passada eu tenho chamado o Raul (6 anos) pra me ajudar a misturar uma massinha ou só colocar algum ingrediente no que eu estou fazendo, pra eu ficar mais em contato com ele, pq tenho que confessar, quando o Tael (8 anos) era bebezinho eu lia todos os dias, brincava junto, fotografava mais, enfim…o Raul foi crescendo e eu fui me acomodando (apesar de estar o tempo todo junto abraçando e beijando), mas não foi por mal e nem por intenção, simplesmente pq eles dois passam bastante tempo distraídos e eu acabo aproveitando esse tempo pra  trabalhar, meditar e escrever ou até ficar sem fazer nada, só descansando…haha…mas de um tempo pra cá eu senti falta desse “fazer junto” e resolvi convida-los pra cozinhar comigo e assim fizemos:

A receita escolhida foi uma torta salgada sem ovo e sem leite, só com legumes, temperos, farinha de trigo integral, farinha de aveia, farinha de linhaça, água, óleo e fermento, bem simples.

O Tael foi cortando os legumes, inclusive a cebola, apesar dele comer e gostar de cebola crua, ele nunca havia cortado uma, ele ficou muito feliz com a confiança que eu dei pra ele usar uma faca de fio e com ponta pela primeira vez, só ficou com medo de arder os olhos, mas eu expliquei que é só lavar a cebola depois de descascar e antes de cortar que não arde nada e ficou tudo bem, ele cortou tudo direitinho, tudo meio rústico vai…rsrs

Enquanto o Tael cortava, o Raul foi misturando os ingredientes da massa, nessas horas, a gente tem que se controlar pra não ficar pegando no pé por causa da bagunça…hahaha…eu fui conversando o tempo todo, dizendo pra tomar cuidado, pra não derrubar, pra mexer devagar, mas não quis colocar tanto limite, quis deixa-los bem à vontade…e deu certo! Olha a cara da criança, super dedicado…hahahaha

No fim, o Raul me ajudou a misturar a massa com os legumes e espalhar na assadeira, aí eu finalizei com queijo ralado e gergelim e coloquei pra assar!

Depois de 40 minutos eu tirei e cortei ainda quente, eles atacaram a torta assim mesmo e adoraram!!! Ficou bem gostosa mesmo…

Conclusão:

* Foi uma experiência mágica!

* As crianças amam quando nós interagimos com elas “fazendo junto” ao invés de deixa-las fazerem por conta, eles “se abrem” mais, ouvem mais e se sentem mais confiantes, tornando a nossa comunicação mais fácil e tranquila.

* É muito mais fácil fazer com que eles comam comidas saudáveis quando participam do preparo delas, descobrindo como é cada alimento, de onde vem, qual o sabor, onde ele pode ser utilizado, etc…

*  Os dois ficam mais próximos, aprendem a dividir, a esperar e a respeitar mais um ao outro, isso é fantástico, pois as vezes rola um ciuminho, sabe, aí eles brigam! Então esses momentos são essenciais pra mostrar que tem amor pra todo mundo aqui dentro <3

*  Um vida simples e incrível é a melhor coisa que eu posso oferecer pros meus filhos, para que eles cresçam felizes e seguros, aprendendo a verdade desde pequenos!

Ahh gente, eu amei e eles também, já estamos pensando na próxima…

E você? Gostou? Comentem pra eu saber e dividam suas experiências também, vou gostar de saber!

Um beijo e gratidão pela visita!

Oi, deixe seu comentário aqui: